VEJA AS 20 MOTOCICLETAS MAIS EMPLACADAS EM SETEMBRO DE 2021.

Segundo o último levantamento apresentado pela FENABRAVE, a entidade que reúne as associações de concessionários, o mês fechou com 108.848 motocicletas emplacadas, terceiro melhor resultado do ano.

Os emplacamentos de motos no período avançaram 5,98% em relação a agosto, quando 102.708 unidades foram registradas. Na comparação com o mesmo mês de 2020, que teve 99.625 unidades emplacadas, a alta é de 9,26%.

Em setembro, o setor como um todo registrou retração de 4,43% na comparação com agosto, enquanto em relação a setembro de 2020 a queda foi de 14,37%. O total de veículos emplacados no mês foi de 281.054 unidades.

Voltando a falar de motos, o segmento acumula 841.481 unidades licenciadas de janeiro a setembro, um avanço de 33,34% sobre as 631.070 motocicletas emplacadas em igual período de 2020.

“A produção está sendo absorvida pelo mercado. A procura por motos cresceu na pandemia e é interessante observar como essa tendência ficará no futuro, especialmente nas grandes cidades”, diz Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave.

A entidade destaca que as aprovações de crédito têm girado em 4,8 cadastros a cada 10 enviados aos bancos, e projeta um crescimento de 22,9% em 2021, superando as estimativas anteriores, que eram de 16,2% previstos em julho e 17,7% nas projeções divulgadas pela Fenabrave em janeiro.

Participação de mercado por marcas

Na participação por marcas a Honda segue isolada na liderança, com mais de 634 mil motos emplacadas no ano, o equivalente a 75% do mercado nacional. Na sequência aparece a Yamaha, com 152 mil motos licenciadas e 18% de market share, resultado que só não foi melhor por causa da paralisação das atividades da empresa em maio e setembro por falta de componentes.

Depois aparecem Shineray (9.631 motos emplacadas e 1,14% do mercado), BMW (9.070 unidades / 1,08% do mercado) e Kawasaki (6.779 unidades / 1,08% de market share).

Também merece destaque o desempenho da Royal Enfield, que aparece no 7º lugar, com 4,657 unidades emplacadas de janeiro a setembro, um avanço de 185% sobre o mesmo período do ano passado. Esse crescimento da marca, que aparece à frente de Dafra e Triumph no ranking, é reflexo do aumento do portfólio de produtos e da expansão da rede, composta atualmente por 20 concessionários no país.

Em agosto, a marca de origem inglesa e que atualmente é controlada por indianos teve 1.038 unidades emplacadas, seu melhor resultado desde o início das atividades no Brasil, em 2017.

Confira a galeria das 20 motos mais emplacadas em setembro:

Honda CG 160: a moto mais vendida do Brasil contabilizou 29.063 unidades emplacadas em setembro. No acumulado do ano são 227.410 unidades licenciadas.

Honda Biz: as duas versões do CUB tiveram 14.383 unidades emplacadas em setembro, enquanto no acumulado do ano foram licenciadas 113.723 unidades.

Honda NXR160 Bros: a trail de entrada da Honda soma 12.355 emplacamentos em setembro e 92.102 no acumulado do ano.

Honda Pop 110i: o CUB de entrada da marca japonesa teve 9.524 emplacamentos em setembro. No acumulado do ano são 75.310 unidades registradas.

Honda CB 250F Twister: em setembro o modelo teve 4.132 emplacamentos, enquanto no acumulado do ano foram registradas 29.099 unidades.

Yamaha XTZ150 Crosser: a trail de entrada da marca dos diapasões teve 3.417 emplacamentos em setembro, enquanto no acumulado do ano foram emplacadas 24.381 unidades.

Yamaha YBR 150 Factor: 3.337 unidades da city produzida pela marca dos diapasões foram emplacadas em setembro. No acumulado do ano foram registradas 24.189 unidades.

Yamaha Fazer 250: o modelo registrou 3.163 unidades emplacadas em setembro. De janeiro a setembro foram licenciadas 24.371 unidades.

Honda PCX 150: o scooter mais vendido do Brasil contabiliza 2.857 unidades emplacadas em setembro. No acumulado do ano são 21.365 unidades.

10º Honda XRE 300: em setembro foram emplacadas 2.832 unidades. De janeiro a setembro, a trail soma 21.439 emplacamentos.

11º Honda Elite 125: 2.640 unidades do scooter de entrada da marca da asa foram registradas em setembro. No acumulado do ano são 14.837 unidades.

12º Yamaha Lander 250: o modelo soma 2.189 emplacamentos em setembro e 15.533 no acumulado do ano.

13º Honda XRE 190: a XRE de entrada teve 1.841 emplacamentos em setembro, enquanto no acumulado do ano foram registradas 16.598 unidades.

14º Yamaha NMAX: foram emplacadas 1.679 unidades do scooter em setembro, enquanto no acumulado do ano são 15.430 emplacamentos.

15º Yamaha YBR 125 Factor: a city da marca dos diapasões teve 1.624 emplacamentos em setembro, enquanto no acumulado do ano foram emplacadas 9.524 unidades.

16º Yamaha Fazer 150: o modelo teve 1.584 emplacamentos em setembro. No acumulado do ano são 12.524 unidades registradas.

17º Yamaha MT-03: líder no segmento das nakeds, a moto da família Master of Torque contabilizou 1.045 emplacamentos em setembro. No acumulado do ano foram licenciadas 7.444 unidades.

18º Shineray XY 50: a cinquentinha da marca chinesa com fábrica em Pernambuco teve 967 unidades emplacadas em setembro. No acumulado do ano foram registrados 7.022 emplacamentos.

19º Yamaha NEO 125: o scooter de entrada da marca dos diapasões teve 911 unidades emplacadas em setembro, enquanto no acumulado do ano foram licenciadas 10.184 unidades.

20º Honda ADV 150: o scooter aventureiro registrou 823 emplacamentos em setembro. No acumulado do ano são 8.831 unidades.


Fonte: Fenabrave, Motociclismo Online e Willian Teixeira.

Notícias mais recentes

CÂMARA APROVA LIMITE DE ALÍQUOTA DE ICMS SOBRE COMBUSTÍVEIS E OUTROS SERVIÇOS.
26/05/2022
CAE APROVA NOVA ISENÇÃO DE IPI PARA PESSOA COM DEFICIÊNCIA COMPRAR CARRO.
24/05/2022
ROAD SHOW SINDIAUTO/ALVESP SERÁ NO DIA 02 DE JUNHO NO ESPAÇO IMMENSITÀ A PARTIR DAS 19H.
24/05/2022
A TABELA KBB BRASIL (MOLICAR) TEM O MAIOR REGISTRO DE PREÇOS DE VEÍCULOS USADOS DO PAÍS.
24/05/2022

Assine nossa newsletter

Assine nossa Newsletter e
FIQUE ATUALIZADO sobre o
Setor de Lojistas de veículos.

Não enviamos spam! Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.